• <Home

Tanques e Girinos

Tanques e Girinos

Resumo da unidade

O zoológico local possui uma nova exposição de anfíbios e precisa de um boletim para ajudar os visitantes a entender e apreciar os sapos. No caminho para se tornarem especialistas em sapos, os alunos estudam as características globais de habitats, observam os sapos no ambiente natural e criam sapos desde o ovo em um habitat artificial. Os alunos fazem suas observações e reflexões em forma de texto e imagem em um registro científico. Eles mostram o que entenderam sobre habitats em geral e as características específicas do habitat de um sapo em uma apresentação de slides eletrônica. Os alunos criam um boletim para ilustrar o ciclo de vida dos sapos e seu habitat, tanto o natural quanto o construído pelo homem, e apresentam detalhes específicos sobre a exposição dos sapos.

Questões sobre a estrutura curricular 

  • Questão básica
    Por que dizem que "não há lugar no mundo como nosso lar"?
  • Questões relacionadas à unidade
    Como os sapos se adaptam ao lugar onde vivem?
    Como podemos comparar a casa do sapo na sala de aula com seu habitat na natureza?
  • Questões relacionadas ao conteúdo
    Qual é o ciclo de vida de um sapo? 
    O que é pH e por que ele indica o estado de um tanque?
    O que é necessário para um habitat saudável para os sapos?

Procedimentos de ensino 

Preparação da unidade 
Para introduzir um cenário de ensino com trabalho com projeto, prepare uma carta destinada à classe descrevendo a exposição de sapos do zoológico. Ela parecerá ter sido escrita por alguém do zoológico (ou você pode pedir ao responsável do zoológico que escreva uma carta em papel timbrado) pedindo a ajuda dos alunos.   

Se tiver de pegar sapos na natureza, estabeleça regras para coleta e soltura dos animais na área (áreas sobre responsabilidade do IBAMA são bons lugares para começar). Tome providências para que os ovos sejam coletados ou entregues.  

Providencie um aquário (com capacidade aproximada de 75 litros) e os materiais necessários para um habitat de girinos/sapos (consulte os requisitos do habitat na seção "Recursos" deste plano de unidade). Reúna vídeos, livros, materiais impressos e eletrônicos sobre sapos e agende a visita de um especialista em anfíbios.

Introdução do projeto 
No primeiro dia da unidade, a carta do zoológico local deve ser apresentada à classe. Leia e discuta a carta e monte o cenário. Fale sobre sapos e inicie um gráfico Saber-Indagar-Aprender (S-I-A). Registre o conhecimento prévio e questões sobre sapos. Coloque no gráfico idéias que os alunos podem seguir para responder essas perguntas. Apresente e discuta a pergunta básica "por que dizem que não há lugar no mundo como nosso lar?". Coloque todos os alunos da classe para debater a pergunta, incluindo tópicos como por que eles gostam de suas casas, quais atividades eles realizam em casa e por que nossa casa é importante. Anote as respostas no gráfico. Os alunos podem fazer desenhos e redações em casa descrevendo por que suas casas são importantes. Essa pode ser a primeira entrada do diário de observação dos sapos.

Nos diários, os alunos anotam idéias por meio de texto e desenho. As perguntas do diário de observação servem para comprovar o entendimento durante o progresso da unidade à medida que os alunos escrevem, desenham ou ditam respostas. Em um debate, compare o que os sapos e as pessoas precisam para crescer. Registre as semelhanças e as diferenças em um gráfico T. O termo habitat é introduzido como conceito que engloba comparações entre casas, dietas, uso do ar e da água, etc.

Os alunos anotam o que acreditam ser características necessárias do habitat de um sapo nos seus diários. Compartilhe idéias e as coloque em um gráfico para os alunos consultarem durante a unidade. Como lição de casa, peça aos alunos para fazerem uma lista de recursos essenciais para o habitat de um sapo.

Conhecendo o habitat dos sapos 
Ao final da primeira semana, os alunos visitam um tanque local e observam um habitat natural dos sapos para reunir as provas necessárias para começar a responder as perguntas relacionadas à unidade e ao conteúdo:

Como os sapos se adaptam ao lugar onde vivem? 
Como podemos comparar a casa do sapo na sala de aula com seu habitat na natureza? 
O que é pH e por que ele indica o estado de um tanque? 
O que é necessário para um habitat saudável para os sapos?


Eles fotografam o lugar e as características do tanque para consultar ao montar o aquário na escola. (Imagens digitais também serão úteis para projetos e apresentações futuras.) Usando vários instrumentos, os alunos medem e registram a qualidade da água. O pH (alcalinidade/acidez), a temperatura e o oxigênio dissolvido são os três fatores da qualidade da água que podem ser medidos. É possível encontrar kits para medição de pH e oxigênio dissolvido em lojas de animais.

Depois da excursão, retome a pergunta relacionada ao conteúdo: O que é necessário para um habitat saudável para os sapos? Os alunos precisam responder a pergunta em seus diários sobre sapos ilustrando e identificando as características observadas do habitat dos sapos. Em grupos, eles discutem as características do habitat dos sapos e criam uma lista de critérios para o habitat artificial. O gráfico S-I-A é desenvolvido um pouco mais. Usando um livro sobre criação de anfíbios, elabore mais os requisitos do habitat que ainda não foram explorados e peça aos alunos que anotem as novas informações em seus diários.

Os alunos realizam uma destas atividades ou ambas: 

  • A partir dos critérios definidos pelos alunos para o habitat dos sapos, peça que os alunos pintem cartazes de sapos em seu habitat natural. Faça com que eles identifiquem as ilustrações e as exponham nos murais em volta da sala.
  • Usando guias de campo e ilustrações como referência, peça que os alunos pintem ou desenhem sapos nativos da região. Peça para eles incluírem legendas que sintetizem o que aprenderam sobre os sapos. 

Os desenhos tornam-se uma parte dinâmica do projeto enquanto os alunos fazem inclusões durante o progresso da unidade.

Os alunos aplicam seu conhecimento sobre o habitat natural para criar o habitat no aquário para os ovos. Depois de construir os novos habitats, retome a questão relacionada à unidade: Como podemos comparar a casa do sapo na sala de aula com seu habitat na natureza? Monte um diagrama de Venn para descrever semelhanças e diferenças entre os dois habitats. 

Para ajudar os alunos a responder a questão relacionada ao conteúdo: Qual é o ciclo de vida de um sapo?, eles acompanham o processo de desenvolvimento, desde o ovo até o sapo adulto. Os diários dos alunos são usados para registrar observações quase diariamente. A primeira entrada é feita quando os ovos chegam ao aquário. Os alunos fazem suas observações sobre o desenvolvimento dos sapos, anotam datas da entrada e escrevem, se possível, sobre as mudanças observadas. A qualidade da água (pH, temperatura e oxigênio dissolvido) deve ser testada e registrada diariamente e modificada conforme a necessidade.

Periodicamente, peça que os alunos demonstrem seu entendimento fazendo-os responder questões em seus diários (veja as questões do diário de observação).

Apresentação multimídia dos alunos 
Os alunos criam uma apresentação de slides (ppt) da classe sobre habitats em geral e sobre um habitat de sapos em particular para compartilhar com outros alunos que estão cursando o mesmo ano. A apresentação deve responder as seguintes questões sobre a estrutura curricular:

Como os sapos se adaptam ao lugar onde vivem?
Como podemos comparar a casa do sapo na sala de aula com seu habitat na natureza?
O que é pH e por que ele indica o estado de um tanque?
O que é necessário para um habitat saudável para os sapos?
Por que dizem que "não há lugar no mundo como nosso lar"?

 
Além disso, deve conter os seguintes componentes para justificar as perguntas:

  • Slide de título 
  • Introdução ao projeto dos sapos 
  • Explicação dos elementos de um habitat saudável para os sapos 
  • Descrição da criação de um habitat artificial para os sapos 
  • Descrição das observações 
  • Comparação dos habitats natural e artificial 
  • Descrição do porquê da casa ser importante para um sapo

Os alunos trabalham em colaboração em pequenos grupos, e cada grupo conclui um desses componentes da apresentação. Cada membro do grupo recebe uma função, com rotatividade das funções entre os membros. Cronometrista, redator, fornecedor e auxiliar são exemplos de funções que podem ser atribuídas. Passe o guia de pontuação da apresentação e revise os requisitos. Modele usando o guia de pontuação com os alunos; assim, eles saberão quais são as expectativas e verificarão o entendimento. Um rascunho do trabalho do grupo é desenvolvido numa folha de planejamento de storyboard antes da criação da apresentação de slides, e um modelo é usado para estruturar a apresentação. Detalhes dos slides, seqüência, transições e tempo de duração podem ser determinados em comum pela classe enquanto os slides são organizados em uma apresentação. 

Atividades de pesquisa: ciclo de vida dos sapos 
Usando as questões sobre a estrutura curricular para direcionar o aprendizado, os alunos conseguem reunir mais informações sobre o ciclo de vida dos sapos. Os alunos continuam anotando nos diários as perguntas que surgem. Elas servem de base para o debate em sala de aula. Enquanto estudam, os alunos anotam informações interessantes em seus diários.

Introduza o ciclo de vida dos sapos em um formato de quebra-cabeça. Usando o diagrama de ciclo de vida, crie partes suficientes que serão distribuídas a pares de alunos. Para fazer o quebra-cabeça, recorte o diagrama e separe as imagens das legendas. Para remontá-lo, os alunos colocam as peças em ordem, juntando os diagramas com as legendas certas. Depois de montar o quebra-cabeça, os alunos lêem as legendas em voz alta uns para os outros.  

Os alunos podem documentar o ciclo de vida dos sapos em um grande cartaz enquanto observam o desenvolvimento de seus sapos. Durante esse período de pesquisa, adultos e alunos de anos superiores podem ajudar nas atividades de leitura, redação e uso do computador. 

Boletim dos alunos 
As crianças resumem o conteúdo da unidade e aplicam-no para criar um boletim para os visitantes do zoológico. Cada grupo desenvolve um componente do boletim. Quando os rascunhos estiverem prontos, os alunos reúnem-se com outro grupo para obter comentários e sugestões com o intuito de melhorar seu trabalho. Quando as revisões estiverem concluídas, os alunos enviam suas contribuições e um adulto pode montar o boletín. O boletim deve conter:

  • Introdução explicando o estudo Tanques e girinos 
  • Planejamento do processo de criação do habitat para crescimento dos sapos 
  • O que os sapos comem na natureza e como conseguem alimento 
  • O que é um sapo e o que o torna um bom mascote 
  • Revisão do livro 
  • Comparação entre sapos e rãs 
  • Ciclo de vida de um sapo, com ilustrações e legendas 
  • Informações sobre os autores e sobre recursos 
  • Fotos digitais, elementos gráficos ou arte digitalizada

Revisitando a questão básica e amarrando o conteúdo
Leve os alunos de volta ao gráfico S-I-A criado no início da unidade. Discuta as perguntas que eles fizeram e então comece a preencher a seção "Aprender" com as idéias deles, sem deixar de destacar como é bom que eles tenham aprendido tantas coisas sobre habitats e sapos. Apresente a questão básica "por que dizem que não há lugar no mundo como nosso lar?" novamente aos alunos. Faça-os compartilhar suas idéias em pequenos grupos e então debata com toda a classe, lembrando-os de usar exemplos extraídos do seu estudo dos sapos.  

Peça aos alunos que incluam uma última entrada no diário de observação de sapos referente ao que aprenderam sobre habitat e sapos. Fotos dos alunos participando do estudo de sapos seriam uma grande contribuição para seus diários. 

Capacitações necessárias 

  • Capacitações básicas de uso do computador (incluindo uso do mouse e do teclado)
  • Leitura
  • Pesquisa em livros e na Internet
  • Redação

Ensino diferenciado

Aluno especial

  • Os alunos trabalham em grupos heterogêneos em cada um dos três projetos; os projetos são bem abertos e todo aluno tem a chance de ter sucesso.
  • O aluno pode ser auxiliado por um adulto, ter um tempo extra para trabalhar e as tarefas podem sofrer modificações, conforme a necessidade.

Aluno superdotado

  • O aluno pode ajudar outros alunos e ser o especialista em leitura, redação e uso de tecnologia. 
  • O aluno pode pesquisar um aspecto dos sapos que não é focado na sala de aula.

Aluno de inglês

  • O professor de inglês pode ajudar o aluno a traduzir termos básicos para um glossário de inglês (ou do idioma nativo). Expor os termos traduzidos na sala de aula possibilita que todos os alunos aprendam.
  • O professor de inglês pode explicar conceitos difíceis e ajudar o aluno a redigir as entradas do diário.
  • Alunos bilíngües podem trabalhar em par com falantes não-nativos em tarefas que requerem leitura e redação.
  • As anotações do diário podem ser feitas no idioma nativo do aluno e depois ser traduzidas.  
  • As atribuições podem ser adaptadas.
  • Os alunos podem ter mais tempo para concluir as tarefas, conforme a necessidade.

Organização de um glossário

  • O professor pode ajudar o aluno a conceituar termos básicos para um glossário. Expor os termos - conceitos na sala de aula possibilita que todos os alunos aprendam.  
  • O professor pode explicar conceitos difíceis e ajudar o aluno a redigir as entradas do diário.  
  • Alunos podem trabalhar em dupla em tarefas que requerem leitura e redação.  
  • As atribuições podem ser adaptadas.
  • Os alunos podem ter mais tempo para concluir as tarefas, conforme a necessidade

Processos de avaliação

Os alunos demonstram o que aprenderam continuamente quando respondem as perguntas feitas pelo professor. A comprovação freqüente do entendimento permite que o professor monitore e ajuste o ensino com mais rapidez. A avaliação somatória baseia-se nas seguintes orientações finais:

  • Com base em tudo o que você aprendeu, desenhe o ciclo de vida do sapo. Inclua legendas no desenho com informações importantes.
  • Desenhe o habitat natural de um sapo; mostre tudo de que o sapo precisa para ser feliz e saudável
  • Desenhe o habitat artificial do sapo que foi criado na sala de aula; mostre tudo o que ele contém
  • Quais são as semelhanças entre eles? Quais são as diferenças? Em quais aspectos um é melhor do que o outro e em qual proporção?

A avaliação dos alunos baseia-se nas respostas do diário dadas durante e após a unidade, e eles são avaliados usando a rubrica com conteúdo científico. Os alunos avaliam seu trabalho para a apresentação de slides usando o guia de pontuação da apresentação.

Créditos

Lisa-Helen Shapiro participou do programa Intel® Teach, de onde surgiu a idéia para um projeto de aula. Uma equipe de professores ampliou o plano para o exemplo que você lê aqui.

Tanques e Girinos

Duma olhada

Níveis: K-2

Matéria: Ciência

Temas: Râs, Biología

Aprendizagens chaves:Diversidade, Hábitat, Interdependência, Ciclo De Vida, Tempo Do Metamorfose

Tempo requerido: 12-15 semanas, lições de 45 minutos

Antecedentes: Da sala de aula em Maryland, Estados Unidos