• <Home

Perguntas frequentes sobre Drivers de gráficos embarcados Intel®

Glossário

Termo Definição
16CIF Dezesseis vezes a resolução do formato de vídeo CIF, quadruplicado nas duas dimensões. NTSC é de 1408x960, o padrão PAL é de 1408x1152. Consulte CIF.
4CIF Quatro vezes a resolução do formato de vídeo CIF, dobrado nas duas dimensões. NTSC é de 704x480, o padrão PAL é de 704x576. Consulte CIF.
Cartão ADD Vídeo digital AGP. Uma board de adaptador que pode ser inserida na porta PCIe* x16 dos sistemas baseados na família de chipsets Intel®. As boards ADD permitem configurações para saída de TV, LVDS e saída de TMDS (por exemplo, televisões, vídeos digitais e vídeos de tela plana).
AIM Add in module.
Combinação do canal alfa Um método para combinar uma imagem menor ou um conjunto de caracteres alfanuméricos em uma imagem maior, de modo a permitir a visualização da imagem original (por exemplo, translúcido).
Sobreposição alfa Um plano de sobreposição especial, com uma imagem ou caractere alfanumérico posicionados sobre a exibição principal, geralmente de modo transparente.
API Application programming interface.
BDA BIOS data area. Uma área de armazenamento que informações sobre o estado atual de uma exibição, incluindo o número do modo, número de colunas, posição do cursor etc.
BIOS Basic Input/Output system. O EMGD Intel® interage com dois sistemas BIOS: BIOS do sistema e BIOS de Vídeo (VBIOS). VBIOS é um componente do BIOS do sistema.
BLDK Kit de desenvolvimento do Boot loader.
Blitting Blitting ou Blit é a abreviação de “block transfer”. Blits são operações 2D de primitivas, nas quais mapas de bit simples são copiados de um local na memória, sem mudar o tamanho ou formato.
BOM Bill of material. A lista técnica é citada como a lista de empacotamento do EMGD Intel.
CED Configuration EDitor. O utilitário de pré-instalação de gráficos permite a criação fácil de pacotes consolidados de instalação de drivers para os sistemas operacionais Windows*, Windows CE e Linux, bem como do VBIOS em diversas combinações de plataformas e monitores. Atualmente, o CED só é executado nos sistemas Windows.
CIF O CIF (Common Intermediate Format, formato intermediário comum) padroniza as resoluções de pixel horizontal e vertical no vídeo Y'CbCr (consulte também YUV). O NTSC é de 352x240. O padrão PAL é de 352x288. Os prefixos identificam as mudanças de resolução do formato padrão. Por exemplo, o QCIF ou “Quarter CIF” tem um quarto da área, e “quarter” implica que a altura e largura do quadro são divididas ao meio.
Configuração de exibição clone Um tipo de configuração de exibição que orienta dois dispositivos de vídeo, cada qual exibindo o mesmo conteúdo, mas podem ter diferentes resoluções e intervalos (independentes). Comparar a configurações de exibição twin e DIH.
Contraste Contraste é a medida da diferença entre o claro e o escuro em uma exibição. Se o contraste for aumentado, a diferença entre o claro e o escuro também aumentará, de modo que algo branco ficará mais claro e algo preto ficará mais escuro.
COPP* Certified Output Protection Protocol* (COPP) é uma API definida pela Microsoft para fornecer a uma aplicação informações sobre as opções de proteção de saída disponíveis em um sistema. O COPP é utilizado para controlar a cadeia de comando/status entre as aplicações e um driver de porta de gráficos.
D3D Microsoft Direct3D*, uma API de gráficos 3D como um componente da tecnologia DirectX*.
DC Display configuration.
DDCT Intel® Dynamic Display Configuration Technology.
DIH display configuration Dual independent head. Um tipo de configuração de exibição que aceita dois vídeos com conteúdo diferente em cada dispositivo de exibição. O EMGD Intel é compatível com o modo estendido para os sistemas Microsoft Windows e o Xinerama* para os sistemas Linux*.
DirectDraw* Um componente da API de Gráficos do DirectX* no sistema operacional Microsoft Windows*.
DisplayPort Um novo padrão de interface de exibição digital, que define uma interconexão de áudio/vídeo digital, sem licença, sem royalties. Atualmente, o DisplayPort aceita, no máximo, 10,8 Gbit/s de transferência de dados e uma resolução WQXGA (2560 x 1600) através de um cabo de 3 metros. Para fins de criptografia, o DisplayPort inclui o DisplayPort Content Protection (DPCP) opcional.
DRM Digital rights management, um termo genérico relacionado a tecnologias de controle de acesso, para limitar o uso de mídia ou dispositivos digitais. Geralmente, o DRM é aplicado à mídia criativa (música, filmes etc.).
DTD Detailed timing descriptor. Um conjunto de valores de temporização utilizados para os dispositivos sem EDID.
DVI Digital video interface.
DVO Digital video output.
DXVA DirectX* video acceleration API, uma especificação de API da Microsoft para as plataformas Microsoft Windows, que permite que a decodificação de vídeo seja acelerada por hardware. A DXVA é utilizada pelo software player de vídeo para acessar os seguintes recursos de aceleração de vídeo de hardware, existentes em diversos chipsets Intel®:                                                                                                      
  • Aceleração de decodificação de vídeo
  • Aceleração de aprimoramento da qualidade visual
  • ProcAmp (post-processing video — vídeo de pós-processamento)
  • Desentrelaçamento
  • Conversão de taxa de quadros
EBDA Extended BIOS data area. Uma interface que permite que o BIOS do sistema e as Option ROMs solicitem acesso à memória adicional.
EDID Extended display identification data. Um padrão VESA, que permite que o dispositivo de exibição envie informações de identificação e de capacidades para o EMGD Intel. O EMGD Intel lê todos os dados do EDID, inclusive os dados de resolução e temporização, do vídeo, evitando assim a necessidade de configurar dados DTD para o dispositivo.  Os monitores CRT/VGA trocam informações EDID através do barramento de I2C com o EMGD Intel, para que o driver gere apenas modos e intervalos de exibição compatíveis com o monitor ao qual está conectado.  As telas LVDS não permitem a troca de informações EDID e, por isso, esses vídeos são chamados "sem EDID".
Sem EDID Um vídeo que não tem a capacidade de enviar informações de identificação e temporização para o driver e exige a definição de informações DTD no driver.
eDP Embedded DisplayPort.
EFI Extensible firmware interface. A EFI define uma interface entre um sistema operacional e o firmware da plataforma. A EFI é uma substituição consideravelmente aprimorada para o antigo BIOS do legado.
eIA Arquitetura Intel® embarcada.
EMGD Driver de mídia e gráficos embarcados Intel®. O EMGD Intel abrange um driver de gráficos de tempo de execução e um componente de firmware do BIOS de vídeo.
EMI Interferência eletromagnética.
Modo clone estendido Um recurso que permite ter vídeos de tamanhos diferentes no modo clone.
FBC Frame buffer compression.
Buffer de quadros Uma área da memória física, utilizada para armazenar e renderizar gráficos para um vídeo.
GDI Graphics device interface. Uma API de baixo nível utilizada com os sistemas operacionais Microsoft Windows*.
GEN3 Núcleo gráfico da plataforma baseada no Intel® Centrino®, na família de Chipsets Intel® 910/915 Express.
GEN3.5 Plataforma baseada no Intel® Centrino® + núcleo gráfico na família de Chipsets Intel® 945 Express.
GEN4 Núcleo gráfico na família de Chipsets Intel® 965 Express.
GEN5 Núcleo gráfico na família de Chipsets Intel® GL40/GM45 Express.
GenX GenX é um termo utilizado pela Intel para descrever a tecnologia de gráficos por ela criada, integrada em linhas de produtos escalonáveis / de baixa potência. Exemplos: Família do processador Intel® Core™, chipsets da série 4 (por exemplo, família de Chipsets Intel GM45 Express), família de chipsets Intel 915 Express.
GMA Intel® Graphics Media Accelerator (Intel® GMA). Refere-se ao hardware de gráficos nos chipsets Intel, bem como ao driver de desktop/para portáteis. O driver GMA Intel não se destina ao uso em aplicações embarcadas.
GMCH Graphics and memory controller hub.
GMS Graphics mode select (memória roubada).
HAL Hardware abstraction layer. Uma API que permite acesso aos chipsets Intel®.
HDCP High-bandwidth digital-content protection, uma especificação que usa a interface DVI. A HDCP encriptografa a transmissão de conteúdo digital entre a fonte do vídeo, ou o transmissor e o vídeo digital, ou receptor.
HDMI Interface de multimídia de alta definição, uma interface não compactada de áudio/vídeo totalmente digital. Ela permite a transmissão de conteúdo audiovisual digital no mesmo link físico (DVD player, TVs, caixas decodificadoras etc.). Ela é definida com base na especificação DVI1.0 e tem compatibilidade ascendente com o DVI Command e dados de controle. A HDMI implementa a Proteção do Conteúdo via HDCP. Administrada pela HDMI LLC (Limited Liability Corporation). São aplicáveis taxas de Licenciamento e de Royalty.
IAL Interface abstraction layer. Uma API que permite acessar interfaces de gráficos, como a GDI e DirectDraw*.
iDCT Inverse discrete cosine transformation (recurso do hardware).
EGD Intel® Driver de Gráficos Embarcados Intel®. O EGD Intel abrange um driver de gráficos de tempo de execução e um componente de firmware do BIOS de vídeo.
EGS Intel® Intel® Embedded Graphics Suite. Drivers de gráficos de tempo de execução mais um componente do VBIOS.
Arquivo INF Um arquivo de texto padrão do Microsoft Windows*, conhecido como um arquivo de informações, utilizado pelo sistema operacional Microsoft Windows para fornecer informações para o driver. O arquivo padrão .inf para o EGD Intel é o iegd.inf. No utilitário CED, você pode criar parâmetros personalizados.
IP Intellectual property (propriedade intelectual).
LPCM Linear pulse code modulation é um método de codificar informações de áudio em formato digital. O termo também se refere, genericamente, aos formatos que utilizam este método de codificação.
LVDS Low voltage differential signaling. Utilizado nos vídeos de tela plana, como a tela dos laptops.
MRD Market requirements document.
MSAA Multisample anti-aliasing.
NTSC National Television Standards Committee. Um padrão de TV analógica, utilizado principalmente na América do Norte e Central, no Japão, nas Filipinas, na Coréia do Sul e no Taiwan. Suas resoluções se baseiam nos sistemas da linha 525. Comparar PAL.
OAL Operating system abstraction layer. Uma API que fornece acesso a sistemas operacionais, como o Microsoft Windows* e Linux*.
Especificação conectável aberta A especificação open pluggable specification ajuda a padronizar o design e o desenvolvimento de dispositivos de sinalização digital e media players conectáveis. A Intel criou a OPS para solucionar a fragmentação do mercado de sinalização digital e simplificar a instalação, o uso, a manutenção e as atualizações desses dispositivos.
Option ROM (OROM) Código integrado ao BIOS do sistema e residente em um chip flash na motherboard. O Intel® Embedded video BIOS é um exemplo de uma option ROM.
OPS Consulte especificação conectável aberta.
SO Sistema operacional.
PAL Phase alternating lines. Um padrão de TV analógica utilizado na Europa, América do Sul, África e Austrália. Suas resoluções se baseiam nos sistemas da linha 625. Comparar NTSC.
PAVP Protected audio/video path. O PAVP protege o caminho dos dados dentro de um computador, durante a reprodução de vídeo (por exemplo, discos Blu-ray*). Ele é compatível com uma pequena quantidade de chipsets (por exemplo, o Chipset Intel® GM45 Express) e de sistemas operacionais (Windows* Vista, Windows 7). O PAVP faz a decodificação de vídeo no chipset, para reduzir a carga sobre o processador. O PAVP é um mecanismo que consegue com que a aplicação e o hardware de gráficos concordem secretamente com a mesma chave de criptografia.
PCF Parameters configuration file.
PCI Peripheral component interface.
Driver de porta Um driver utilizado com as interfaces sDVO do graphics and memory controller hub (GMCH — Hub da Controladora de Gráficos e Memória).
POST Power on self test.
PowerVR As tecnologias escalonáveis/de baixo consumo de energia dos gráficos baseados no Intel® Atom™. Exemplo: Chipset US15W do Intel® System Controller Hub.
PRD Product requirements document.
PVR Consulte PowerVR.
PWM Pulse width modulation.
QCIF Resolução de formato de vídeo Quarter CIF, dividida o meio nas duas dimensões. O NTSC é de 176x120, o padrão PAL é de 176x144. Consulte CIF.
QVGA Quarter VGA. Um termo popular empregado para um vídeo de computador com resolução 320 x 240. Os vídeos QVGA são mais encontrados em telefones portáteis, PDAs e em alguns consoles de jogos de mão. Geralmente, os vídeos apresentam a orientação Retrato, e não Paisagem, e suas resoluções costumam ser de 240 x 320.
Renderização Gerar uma imagem a partir de um modelo, aplicando cálculos automatizados. O modelo descreve uniformemente objetos tridimensionais.
Memória reservada Uma área de memória física em um sistema Windows* CE, separada para as operações do BIOS, VBIOS e Drivers de Gráficos. É possível configurar a memória reservada para ser utilizada pelo sistema operacional e por outras aplicações, quando não estiver sendo usada pelo BIOS.
Saturação Monitores e scanners são baseados no sistema de cores aditivas, que usa o padrão RGB, começando com o preto e adicionando as cores vermelha, verde e azul, para obter alguma cor. Saturação é a intensidade de cor de uma área, calculada proporcionalmente ao seu brilho. A saturação total do RGB dá a impressão de branco, e são geradas imagens que irradiam quantidades variáveis de RGB, ou vários níveis de saturação de RGB.
SCART Abreviação francesa – Syndicat des Constructeurs d’Appareils Radiorécepteurs et Téléviseurs. Uma interface de vídeo que possui até 4 sinais analógicos (Red/Green/Blue/Composite PAL). O vídeo PAL S-Video (Luma/Chroma) também é viável através da interface SCART.
SCS Software compliance statement.
sDVO Serial digital video output.
Sombreamento Processo que altera uma cor, com base no ângulo que ela perfaz com as luzes e de acordo com sua distância em relação às luzes, para criar um efeito fotorrealístico.
Single display configuration (Configuração de Vídeo Único) Um tipo de configuração de exibição que aceita apenas um e somente um dispositivo de exibição.
SQCIF A resolução de formato de vídeo Sub-QCIF, inferior à do QCIF, mas ainda divisível uniformemente por 16 pixels em cada dimensão, para corresponder ao tamanho de um macrobloco. Sua resolução é de 128x96. Consulte CIF.
SSC Spread spectrum clock.
Memória roubada Uma área da memória física (RAM) reservada pelo BIOS do sistema para as operações de entrada e saída. A quantidade de memória roubada é configurável. A memória roubada não pode ser acessada pelo sistema operacional ou pelas aplicações.
BIOS do sistema O BIOS padrão, utilizado para as operações básicas de entrada e saída, nos PCs.
Tizen*/Moblin* Tizen*/Moblin* é um projeto de origem aberta patrocinado pela Intel, voltado para a construção de uma plataforma baseada no Linux*, otimizada para a próxima geração de dispositivos portáteis, como os Netbooks, Dispositivos Portáteis de Internet e sistemas de infotenimento para veículos. Consulte também https://www.tizen.org/.
TMDS Transitioned Minimized Differential Signaling. Utilizado com vídeos DVI, como as TVs de plasma.
TNL ou T&L Transform and lighting. O desempenho da transformação (Transform) determina o nível de complexidade dos objetos e quantos podem ser exibidos em uma cena, sem sacrificar a taxa de quadros. As técnicas de iluminação (Lighting) atribuem realismo a uma cena, ao mudar a aparência dos objetos, com base nas fontes luminosas.
TOM Top of memory.
TSR Terminate and stay resident. Um programa carregado e executado na RAM, mas quando encerrado, ele permanece residente na memória e pode ser executado imediatamente, de novo, sem ser recarregado na memória.
Twin display configuration Um tipo de configuração de exibição, que aceita dois dispositivos de exibição, cada qual com o mesmo conteúdo, resolução e intervalos. Configuração de exibição comparar clone. Nota: Não há suporte para a configuração Twin nos Chipsets das Séries US15W e E6xx da Intel®.
UBS User build system. Um processo de construir um VBIOS.
UEFI Unified extensible firmware interface, um carregador de inicialização e interface de tempo de execução existente entre o firmware da plataforma e um sistema operacional. O objetivo da interface é substituir o antigo BIOS do PC.
VBIOS Video basic input/output system. Um componente do BIOS do sistema, que orienta a entrada e saída de gráficos.
VESA Video Electronics Standards Organization.
VExt Vertical extended configuration. Uma configuração de vídeo duplo somente no Windows CE. O CED deve ser configurado corretamente, de acordo com as instruções contidas no Guia do Usuário do Driver de Mídia e Gráficos Embarcados Intel®, Driver de Vídeo EFI e BIOS de Vídeo ou o CED ajuda a habilitar a configuração VExt.
VGA Video graphics array. Um padrão de exibição de gráficos, desenvolvido pela IBM, que usa sinais analógicos em vez de digitais.
VLD Variable length decoding.
VMR Video mixing render.
WHQL
Windows* Hardware Quality Labs. WHQL é uma organização de teste, responsável por certificar a qualidade dos drivers do Windows e do hardware que executa os sistemas operacionais Windows.
WPF Windows Presentation Foundation
Xinerama* Xinerama é um modo ao estilo área de trabalho estendida, para os sistemas operacionais Linux* e Moblin*. Sob o prisma do hardware, o modo Xinerama* abrange 2 buffers de quadros, 2 tubos e 2 portas. O Linux X-Server usa o termo "Xinerama" para descrever uma extensão que apresenta as diversas exibições independentes para o usuário, como um único buffer de quadros grande e virtual. Como o Windows XP Extended, as áreas separadas do buffer de quadros virtuais são mapeadas para cada um dos buffers de quadros de vídeo independentes. O X-Server tem algumas restrições associadas a essa extensão: Todas as exibições devem ter a mesma intensidade de cor e o OGL acelerado é desativado. O Linux X-Server sem a extensão Xinerama não dispõe da camada extra para combinar as exibições, de modo que o buffer de quadros de cada exibição é endereçável de modo independente, pelo usuário/aplicação.
YUV Referência informal mas imprecisa ao formato de imagem de vídeo, Y'CbCr. O componente Y' é luma, uma qualidade não-linear derivada de dados RGB destacada sem cor. O componentes chroma, Cb e Cr, correspondem de modo não-linear ao U e V, como as diferenças entre o azul e o luma, e entre o vermelho e o luma, respectivamente.