A especificação da interface Low Pin Count (LPC) para as E/S antigas facilitou a transição do setor para sistemas sem ISA. As principais melhorias na revisão 1.1 da Especificação da Interface LPC são a inclusão de ciclos de memória de firmware e a adição da funcionalidade de leitura multibyte.

A Interface LPC permite que os componentes de E/S antigos da motherboard, normalmente integrados num chip super E/S, migrem do barramento ISA/X para a Interface LPC, mantendo a compatibilidade total com o software. A Especificação LPC oferece várias vantagens importantes em relação ao barramento ISA/X, tais como uma contagem reduzida de pinos para um design mais fácil e mais eficiente em termos de custos. A Especificação da Interface LPC é um software transparente para funções de E/S, compatível com os dispositivos e aplicações periféricas existentes.

A Especificação da Interface LPC descreve as transações de memória, E/S e DMA. Ao contrário do ISA, que funciona a 8 MHz, ele irá utilizar PCI com clock de 33 MHz e será compatível com processos de silício mais avançados. Os designers móveis também são beneficiados com a contagem reduzida de pinos, pois utilizam menos espaço e potência, e são mais eficientes do ponto de vista térmico. A revisão 1.1 da Especificação da Interface LPC e um acordo recíproco associado de licença de patente isenta de royalties podem ser baixados abaixo.

Especificação da interface Low Pin Count dos chipsets Intel®