Principais periféricos para jogos de acordo com os profissionais de eSports1

Destaques

  • Como escolher

  • Teclados

  • Mouses

  • Fones de ouvido

BUILT IN - ARTICLE INTRO SECOND COMPONENT

Hoje em dia, os periféricos para jogos estão mais abundantes do que nunca e a grande quantidade de opções pode ser confusa até mesmo para o jogador mais experiente. Qual o melhor fone de ouvido? Você deve jogar com teclado e mouse ou com controle? Que tipo de monitor exibirá melhor os seus jogos?

Para ajudar a analisar as opções, conversamos com os jogadores profissionais de League of Legends*, Overwatch* e Counter-Strike: Global Offensive*, e reunimos suas ideias sobre considerações ao selecionar novos equipamentos de jogos para PC.

Preferência pessoal

Quando se trata de periféricos, é melhor escolher o que é certo para você, o que pode ser totalmente diferente da preferência de outra pessoa. Tamanho único não serve para todos, especialmente nos níveis mais altos de competição de eSports.

As opiniões sobre os melhores equipamentos variaram, mas uma ideia que foi rapidamente desconstruída é a existência de equipamento para "prática" em comparação com equipamento para torneio oficial.

"É importante replicar um ambiente de torneio na configuração de sua casa para que você possa praticar com aquilo que vai competir", disse Lynnie "artStar" Noquez, duas vezes campeã do desafio Intel e jogadora de Counter-Strike: Global Offensive* pela Equipe Dignitas*.

Quando procuro por um bom produto, alguns dos atributos que presto atenção são: se um produto é confortável para meu tipo de aderência e manuseio, o material, a durabilidade, se ele é confiável para viajar e, pessoalmente, adoro quando os produtos são esteticamente agradáveis.

Se você quiser levar a prática a sério, é importante integrar periféricos de nível de torneio no seu treinamento diário.

Teclados mecânicos

Um bom começo quando se trata de periféricos para jogos é adquirir um teclado mecânico para jogos sólido, ao invés de um teclado de "membrana" mais padrão. Os teclados de membrana não separam suas teclas em partes móveis distintas, o que muitas vezes impede que eles tenham a sensação incisiva de "escrever", que torna os teclados mecânicos tão responsivos e táteis. Embora os teclados de membrana possam ser bons para a digitação diária, em situações de jogos de alto risco, isso pode torná-los mais propensos a erros e menos confortáveis.

"Todos os meus periféricos estão na minha lista de 'itens obrigatórios' para jogos competitivos, pois eles são incrivelmente confiáveis em jogos de torneio", afirma Noquez. "Meu teclado HyperX* Alloy FPS tem uma aparência legal, o que realmente importa para mim, mas também, com comutadores prateados, ele reage rápido, permitindo que eu seja mais precisa e mais veloz do que meus adversários."

Também conhecidos como "switches de velocidade", os switches Kailh Silver são um tipo específico de switches de teclado mecânico criados para os jogadores. Os switches Cherry MX* Red comparáveis são acionados a 2 mm, mas os switches Cherry MX* Silver mais curtos são acionados a 1,2 mm2, o que significa que eles não precisam ser pressionados até o fundo para registrar um pressionamento de tecla.

Cody Sun, jogador ADC da equipe da Clutch Gaming*'s Academy, diz ele ficou convencido a mergulhar nos teclados mecânicos depois de ver que os profissionais da Liga* que ele admira os usavam.

"Eu uso o [Corsair*] K70", diz ele. "Eu costumava não me importar com teclados mecânicos, mas acabei sendo influenciado por outros jogadores profissionais que usam teclados mecânicos. Todos diziam que era ótimo".

Sun prefere os switches mecânicos do Cherry MX* Blue em vez dos do Red e observa que os Red são "realmente leves", o que significa que "você não precisa pressioná-los com força", enquanto os do Blue parecem "emitir mais som ao serem clicados e ser táteis".

Para Alberto "neptuNo" González, da equipe Philadelphia Fusion* da Overwatch League*, a escolha do teclado é mais subjetiva.

"A única coisa que procuro em um teclado é que ele seja pequeno o suficiente, que não tenha muitas teclas", diz ele. "Teclados menores como este, chamados de 'tenkeyless', pois não têm o teclado numérico padrão, permitem que você tenha espaço adicional na mesa, o que é especialmente importante se você precisar de mais espaço para mover o mouse ou se sentar ao lado dos companheiros de equipe em um ambiente de torneio. Estou usando o Logitech* G-Pro", diz González. "Eu não pensei demais no meu teclado. Algumas pessoas pensam demais, mas acho que é confortável. Acho que todos devem usar o que faz for mais confortável."

Mouses e fones de ouvido

A busca por um bom mouse ou fone de ouvido para jogos exige os mesmos princípios gerais de como encontrar um teclado sólido para jogos. Novamente, não há uma única resposta "certa", apenas optar por bons periféricos direcionados a jogos pode fazer uma enorme diferença na qualidade de sua experiência. Embora existam vários tipos diferentes de mouses de jogos focados em gênero disponíveis para jogadores de MOBA, FPS e MMO especificamente, os profissionais com quem conversamos disseram que a coisa mais importante é o que parece mais natural e confortável para você.

Existem alguns fatores a serem considerados ao escolher um mouse. Dependendo do tipo de jogo que você jogar, considerações como DPI (pontos por polegada), peso, switches, tipo de sensor, skates e até mesmo o material do cabo podem fazer a diferença no desempenho do mouse. Você também deve considerar a superfície em que está usando o mouse; dependendo do material, os mousepads podem criar mais ou menos fricção, dependendo da sua preferência.

"Estou usando o EC2-B da Zowie*", afirma González, da Philadelphia Fusion*, sobre seu mouse para jogos. "O que eu gosto é poder colocar toda a minha palma nele. Ele também é para destros, o que é ótimo. Eu adoraria que ele fosse sem fio, mas não consegui encontrar um mouse sem fio de que eu realmente gostasse do formato."

Um bom mouse e teclado podem otimizar suas entradas, mas o retorno de áudio também pode ser importante para obter uma vantagem competitiva. O áudio contextual (como passos ou outros sons baseados em localização) é cada vez mais predominante nos videogames modernos, assim como a importância da comunicação vocal confiável. Para os jogadores profissionais, uma boa solução de áudio não é negociável.

Noquez, da CS:GO*, diz que ela procurava algo que ainda pudesse ajudá-la a "ouvir cada passo no jogo", apesar de todo o ruído da "multidão, da produção e da música do evento" em grandes torneios. Assim como com todos os outros periféricos, os fones de ouvido vêm em uma enorme variedade de formatos. É importante considerar recursos como parte traseira aberta ou fechada, tamanho do driver, se você deseja que eles sejam sem fio ou não e, é claro, os níveis de conforto. Você quer fones de ouvido que não apertem suas orelhas para que possa usá-los por longos períodos sem problemas.

Prepare-se

Mouse, teclado e fones de ouvido novos que se adequem ao seu estilo de jogo podem fazer a diferença no desempenho. Por isso que jogadores profissionais desgastam tanto periféricos específicos: eles já se acostumaram com eles. Encontrar o que funciona para você permitirá que você domine suas ferramentas com prática e crie a memória muscular necessária para ser competitivo. Todos os profissionais de eSports com os quais conversamos foram rápidos em nos lembrar que anos de trabalho duro e prática foi o que os levou até o topo, não um teclado sofisticado.

A capacidade de utilizar totalmente seus periféricos está relacionada à sua capacidade de gerar uma taxa de quadros estável. Se você deseja se tornar um profissional de eSports um dia, seria interessante pensar de maneira crítica sobre os periféricos que você usa. Quer aprender a obter desempenho do seu hardware para jogos? Confira estes outros artigos em nossa série.

Informações de produto e desempenho

1

*Outros nomes e marcas podem ser propriedade de outras empresas.