Intel apresenta programa "AI For Youth" na Costa Rica com o Ministério da Educação

Costa Rica é o primeiro país da América Latina a formalizar o AI4Y como uma especialização nacional, aprovada pelo Ministério da Educação

​No final de 2022, a Intel lançou oficialmente o programa "AI for Youth" na Costa Rica como uma nova Especialização em Inteligência Artificial oferecida pelo Ministério da Educação Pública (MEP) através de sua rede de Escolas Técnicas. No evento realizado para o anúncio a vice-presidente e gerente geral da Intel Costa Rica, Ileana Rojas, participou juntamente com a presença de um representante do MEP, Anna Katharina Müller.

A partir do próximo ano, estudantes de quatro áreas diferentes da Costa Rica poderão optar pela Especialização em Inteligência Artificial e, até 2024, mais dez escolas farão parte do programa.  O modelo, conteúdo e treinamento dos professores foi fornecido pela Intel ao Ministério da Educação sem nenhum custo. O compromisso do governo é continuar aumentando a especialização em toda a sua rede a cada ano.

"O mundo está se transformando em um ritmo que nunca vimos antes, e a Inteligência Artificial é certamente uma das megatendências em que estamos apostando. Utilizar dados relevantes que proporcionem novas perspectivas para tomar melhores decisões em menos tempo, aumentar a criatividade, automatizar mais processos e gerar um ciclo de novos aprendizados, são apenas alguns dos exemplos em que vemos os benefícios dessa tecnologia aplicada. Este acordo com o MEP preparará os jovens nesta área técnica de alta demanda para aumentar suas oportunidades de empregabilidade"

– Ileana Rojas, vice-presidente e gerente geral da Intel Costa Rica

Os estudantes de hoje são os inventores de amanhã. Eles precisam das competências e recursos certos para entender o que é IA, o que podem fazer com ela e por que ela é importante no mundo digital. Através de uma experiência de aprendizagem modular e prática de até 200 horas, os alunos aprenderão habilidades técnicas, como visão computacional, processamento de linguagem natural, dados estatísticos e habilidades sociais, como ética e redução de viés de IA, resolução de problemas e criação de soluções de IA.

"Esta nova especialização técnica responde à demanda por novos perfis profissionais exigidos pelo país e às novas tendências do mercado de trabalho atual. A inteligência artificial representa para a Costa Rica, e especialmente para os nossos jovens, uma oportunidade de aumentar a competitividade, promover a inovação e a empregabilidade", disse Anna Katharina Müller, Ministra da Educação.

O programa está atualmente disponível em mais de 26 países ao redor do mundo. Polônia, Alemanha, Coreia do Sul, Cingapura, Moldávia, Índia, China e África do Sul adotaram a IA para a Juventude em todo o país.