O que é a taxa de atualização e por que ela é importante?

Destaques:

  • A CPU, a GPU e o monitor trabalham em sincronia para atingir taxas de atualização mais altas.

  • Verifique suas taxas de quadros atuais antes de atualizar para um monitor com taxa de atualização alta.

  • Ao escolher um monitor, considere a taxa de atualização em conjunto com outros recursos, como a resolução.

  • Considere atualizar a CPU e a GPU se o seu sistema não estiver fornecendo as taxas de atualização que deseja.

BUILT IN - ARTICLE INTRO SECOND COMPONENT

Jogar com uma taxa de atualização alta pode fazer uma grande diferença. Veja o que você precisa saber sobre testes, otimização e escolha de um monitor com taxa de atualização alta.1

Jogar com uma taxa de atualização mais alta pode ter um impacto substancial na sua experiência com jogos. Isso é especialmente relevante para jogos competitivos e com ritmo acelerado, onde cada quadro conta. No entanto, apenas comprar um monitor de 144 ou 240 Hz não é o suficiente para ver os benefícios.

O seu sistema deve ser capaz de produzir as taxas de quadros necessárias para tirar vantagem das taxas de atualização mais altas.

Compreendendo as taxas de atualização

Conforme ilustrado acima, uma taxa de atualização mais alta refere-se à frequência na qual um monitor atualiza a imagem da tela. O tempo entre essas atualizações é medido em milissegundos (ms) e a taxa de atualização do monitor é medida em Hertz (Hz).

A taxa de atualização do seu monitor refere-se a quantas vezes por segundo ele é capaz de exibir uma nova imagem. Isso é medido em Hertz (Hz). Por exemplo, se o seu monitor possui uma taxa de atualização de 144 Hz, ele está atualizando a imagem 144 vezes por segundo. Quando combinado com as taxas de quadros altas produzidas por uma GPU e uma CPU trabalhando juntas, isso pode resultar em uma experiência mais suave e taxas de quadros potencialmente mais altas.

Para tirar vantagem das taxas de atualização mais altas, três dos componentes mais importantes a serem considerados são:

  • Um monitor capaz de atualizar rapidamente.
  • Uma CPU rápida o suficiente para fornecer instruções críticas de jogos, incluindo IA, física, lógica de jogo e dados de renderização.
  • Uma GPU rápida o suficiente para executar essas instruções rapidamente e criar os gráficos que você vê na tela.

O monitor pode exibir imagens à taxa que o sistema produzir; portanto, é importante que sua CPU e GPU sejam capazes de completar esse processo rapidamente. Se sua CPU e GPU não forem capazes de fornecer ao monitor um número alto o suficiente de quadros, o monitor não será capaz de produzir alta taxa de atualização alta, independentemente do quão boas sejam suas especificações.

Se o seu monitor possui uma taxa de atualização de 144 Hz, mas a GPU está fornecendo apenas 30 quadros por segundo, essa taxa de atualização mais alta não está sendo utilizada.

Configurações de hardware

O nível de hardware necessário para gerar uma taxa de atualização mais alta varia com base na taxa que você deseja atingir, bem como nos jogos que está jogando. De modo geral, quanto mais alta a taxa de atualização de um monitor, mais quadros por segundo a sua CPU e GPU precisarão fornecer e mais benefícios serão aproveitados das opções de maior desempenho.

Com isso em mente, os jogos variam na quantidade de carga que colocam sobre a CPU e GPU. Jogos mais antigos, ou aqueles que não enfatizam as tecnologias de gráficos mais recentes, consumirão consideravelmente menos recursos do que um título de última geração. Isso significa que taxas de atualização mais altas podem ser atingidas em hardware menos potentes, dependendo do jogo que quiser jogar.

As configurações de gráficos utilizadas também afetarão como será a intensidade do uso de hardware pela experiência. Reduzir a resolução para 1080p resultará em uma taxa de atualização mais alta com custos mais baixos para o desempenho, assim como desativar ou reduzir configurações de gráficos. Assim como para obter resoluções mais altas, quanto menos a experiência de jogo exigir do hardware, mais fácil será forçar a taxa de quatros o suficiente para ver os benefícios de um monitor com taxa de atualização alta.

Isso pode significar ajustar as configurações e resoluções dos seus jogos para encontrar o equilíbrio que funcione para você.

Determinando as capacidades do seu sistema

Antes de atualizar para um monitor com taxa de atualização alta, é uma boa ideia garantir que o seu sistema esteja pronto para a tarefa.

A maneira melhor e mais fácil de saber quais taxas de atualização o seu sistema pode suportar é jogando e vendo como ele desempenha. Utilize um utilitário de monitoramento da taxa de atualização como o Fraps para exibir a taxa de quadros por segundo (FPS) enquanto você joga. A maioria dos utilitários de monitoramento da taxa de quadros oferece a possibilidade de comparar seu FPS médio, que monitora como o seu sistema se desempenha ao longo de uma sessão de jogo.

Idealmente, você quer que a taxa de quadros do jogo corresponda igualmente à taxa de atualização do monitor para uma experiência otimizada. Por exemplo, o seu sistema deve produzir 144 FPS para obter todos os benefícios de um monitor de 144 Hz.

Dito isso, você ainda pode aproveitar uma taxa de atualização mais alta, mesmo se ela não atingir os limites da capacidade do seu monitor. Jogar a 110 Hz é melhor do que a 60 Hz, e você sempre poderá atualizar sua CPU e GPU mais tarde para chegar a 144 FPS.

Se o seu sistema lutar para executar jogos a mais de 60 FPS, provavelmente você não verá benefícios em um monitor com taxa de atualização alta, mas pode valer a pena investir em um se o seu PC for capaz de produzir mais do que 60 FPS.

Se você ainda não possui o jogo que pretende jogar, poderá testar títulos semelhantes e avaliar. Geralmente, jogos lançados no mesmo ano e que pertencem ao mesmo gênero ou desenvolvidos no mesmo motor possuem requisitos de desempenho relativamente parecidos. Você também pode pesquisar por experiências de outros jogadores e comparar a sua configuração de hardware com a deles para ter uma ideia do que esperar.

Sincronização adaptativa

Se o seu sistema estiver lutando para atingir o FPS desejado, um monitor com sincronização adaptativa pode ser útil. Muitos monitores modernos incorporam essa tecnologia. A sincronização adaptativa permite que um monitor se comunique diretamente com a GPU para que a taxa de atualização do monitor seja sincronizada na medida em que cada quadro é produzido, mesmo se o FPS for inconsistente.

A sincronização vertical (VSync) é um recurso semelhante que pode ser ativado com frequência nos jogos. Tecnologias de sincronização adaptativa e VSync podem ajudar a reduzir ou eliminar efeitos visuais como distorção da tela ao lidar com taxas de quadros flutuantes.

Escolhendo o monitor certo

Monitores com taxa de atualização alta estão disponíveis com muitas taxas diferentes, sendo que os de 144 Hz são uma melhoria considerável em relação aos monitores padrão de 60 Hz, e os de 240 Hz são uma opção popular de alto nível. Confira nossa análise de monitores para jogos de acordo com taxa de atualização e resolução para saber mais.

Você não precisa necessariamente comprar o monitor com a taxa de atualização mais alta possível que o seu sistema possa suportar. Em vez disso, procure por um monitor que ofereça a combinação de recursos certa para você. Encontrar um monitor com a taxa de atualização, resolução, tamanho da tela e proporção que correspondam às capacidades de desempenho do seu PC devem ser a prioridade.

Para mais informações, confira o nosso guia abrangente para monitores.

Atualizando o seu sistema para uma jogabilidade mais suave

Um monitor com taxa de atualização alta pode ter um impacto substancial na sua experiência ao jogar, considerando que o seu hardware seja poderoso o suficiente para atender aos requisitos mais altos.

Aqui estão alguns exemplos de configurações de sistema que suportam taxas de atualização mais altas:

1920x1080 144 Hz

  • CPU: Intel® Core™ i5-11600K
  • GPU: Nvidia GeForce RTX 3060
  • RAM: 8 GB
  • Armazenamento: Intel® Optane Memory de 32 GB e HD de 1 TB
  • Monitor: 1920x1080 / taxa de atualização de 144 Hz

1920x1080 240 Hz

  • CPU: Intel® Core™ i7-11700K
  • GPU: Nvidia GeForce RTX 3070
  • RAM: 16 GB
  • Armazenamento: SSD Intel de 512 GB/HD de 1 TB
  • Monitor: 2560x1440 / taxa de atualização de 144 Hz, ou 1920x1080 / taxa de atualização de 240 Hz

1920x1080 360 Hz

  • CPU: Intel® Core™ i9-11900K
  • GPU: Nvidia GeForce RTX 3080
  • RAM: 32 GB
  • Armazenamento: SSD Intel de 1 TB/HD de 2 TB
  • Monitor: 3840x2160 / taxa de atualização de 120 Hz, 2560x1440 / taxa de atualização de 240 Hz ou 1920x1080 / taxa de atualização de 360 Hz

Independente da configuração do seu sistema, lembre-se de combiná-lo a um monitor com os recursos que você procura. Quando a CPU, GPU e o monitor são compatíveis e trabalham juntos, os resultados devem demonstrar claramente as vantagens das taxas de atualização mais altas.

Informações de produto e desempenho

1

Intel, o logotipo da Intel e Core são marcas comerciais da Intel Corporation ou de suas subsidiárias nos EUA e/ou em outros países. * Outros nomes e marcas podem ser reivindicados como propriedade de outros. © Intel Corporation.